Al Farabi: Lugares onde o tempo não passa

As livrarias alfarrabistas são muito mais do que vulgares pontos de comércio: são espaços dedicados ao encontro do livro, do leitor e do livreiro.

Tirando as primeiras edições, as encadernações particulares e algumas raridades, num alfarrabista a expressão “a cultura sai cara” é questionável.

Desde livros de Medicina (principalmente Anatomia), Química, Cinema ou Literatura, passando sempre pelas gravuras, postais e revistas antigas dedicadas a múltiplos temas, o alfarrabista é uma oportunidade não só para coleccionadores mas também para estudantes.

Em Lisboa a oferta é vasta. Contudo, facilmente passam despercebidas. Hoje, com a centralização, o comércio tradicional perde para as grandes superfícies, onde tudo se encontra, novo e sem sair do mesmo sítio.

Do Cais do Sodré à Calçada do Duque, são muitas as livrarias a visitar. Esta é a selecção da FRONTAL.

[hr]

LIVRARIA CAMPOS TRINDADE

Livraria Campos Trindade.2

No número 44 da Rua do Alecrim (ao lado da recente padaria Quinoa) está a Campos Trindade, negócio familiar ali residente desde 1975, herança que passou de pai para filho. Goza de uma anatomia muito própria, que a torna bela e acolhedora, organizando-se em várias secções: as raridades protegidas em estantes envidraçadas; a vala comum, como lhe chamam, logo à entrada, com livros diversos por apenas um euro; o cadeirão onde podemos tranquilamente folhear um livro, ao fundo da loja; e uma longa mesa central onde há livros, gravuras ou peças antigas, objetos por norma enquadrados numa venda especial, direccionada a um tema.

É sem dúvida fácil encontrar boas obras a preços muito aliciantes, mas não é isto que torna a Campos Trindade especial… É, acima de tudo, o conforto de sentir que se chega a outro tempo sem sair deste, e observar que aquele lugar é como o café do bairro onde velhos amigos se encontram. As pessoas conhecem-se, marcam presença amiúde, cumprimentam-se – saem do anonimato cosmopolita.

[hr]

LIVRARIA BIZANTINA

Livraria Bizantina

Mais acima, a livraria que para sempre ficará marcada como “aquela onde um dia comprei um Testut, impecável, por cinco euros”. É verdade!

Também na Bizantina os livros trepam pelas estantes. Porém, o lugar torna-se acolhedor por ser pequeno e repleto, com uma pequena varanda ao fundo. A secção de livros de Medicina, principalmente ao nível dos tratados de Anatomia (que mais facilmente se mantêm atualizados), é das melhores que se encontram nesta seleção, em termos de qualidade-preço. Os Clássicos também merecem recomendação: boas edições, em bom estado, a preços acessíveis. Mas é na História e nos Dicionários que a Bizantina parece apostar fortemente. Com um atendimento excelente, esta livraria ganha ainda pontos pela qualidade do seu site.

[hr]

LIVRARIA ARTES E LETRAS

Artes & Letras

A Arte e Letras é uma livraria em constante mutação: há uns meses era, além de alfarrabista, um confortável espaço de lazer onde também se organizavam workshops e exposições. Entretanto mudou de dono, mudou de conceito, e duas cadeiras de dentista foram instaladas à porta, como se se tratasse de um antiquário. Por fim voltou muito recentemente ao proprietário original. Um grande gira-discos ao fundo, algumas mesas ao estilo café literário e a ideia de voltar ao conceito antigo é, assim, bastante evidente.

O ponto forte parecem ser os livros de Filosofia, Artes Plásticas e as Biografias. A Literatura Clássica é acessível e a Médica é sempre mais desatualizada do que o desejável.

Está no Largo da Trindade, junto à Igreja de São Roque, a caminho da Calçada do Duque, nossa próxima paragem.

 [hr]

LIVRARIA O AZ DO LIVRO

Livraria O Az do Livro

No Az do Livro, a palavra de ordem é “caos”: pequena e apinhada, parece que se mexermos em alguma coisa um montanha de livros nos cairá em cima. Fica no cruzamento da Calçada do Duque com a do Carmo. A porta é ladeada por duas caixas onde se vendem livros diversos a um euro; aqui, é preciso procurar bem: há para todos os credos e carteiras, e os livreiros ajudam na procura com simpatia e dedicação.

[hr]

Artigo anteriorSó Se Pode Viver Duas Vezes
Próximo artigoDa Faculdade à Clínica
Ana Luísa tem 22 anos e frequenta o 5º ano da FCM-NOVA, desde setembro de 2010. É natural de Caldas da Rainha, mas foi na vila da Benedita que completou o ensino secundário. Hoje, além de estudante de Medicina, é voluntária na Liga Portuguesa Contra o Cancro e Editora-geral da FRONTAL, onde já foi colaboradora e editora da secção de Cultura da revista (Para Inspirar) e do site. Fez parte da comissão organizadora do iMed Lisbon 2014 e interessa-se por viagens em geral - reais e irreais - além de tantas outras áreas diversas em particular, o que sempre levantou dilemas na hora de decidir o que fazer no futuro; o Ser Humano no seu todo é, contudo, o grande interesse que poderá sumarizar os restantes - o Cérebro, a Literatura, a Filosofia, a Natureza – e justificar a sua atual escolha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here