NOVAs conversas sobre MEDICINA DE CAMPO | III Jornadas Médicas da NOVA

As NOVAS CONVERSAS SOBRE de domingo iniciaram-se com a palestra do Dr. Daniel Cardoso, interno da especialidade de Fisiatria, com pós-graduação em Medicina Desportiva e médico da Federação Portuguesa de Atletismo, que trouxe ao auditório da Reitoria da Universidade NOVA de Lisboa a sua experiência pessoal nesta especialidade, que surgiu no ano de 2013.

Esta área aborda não só as patologias relacionadas com a prática de atividades desportivas e exercício físico, mas tem uma relação estreita com as restantes especialidades médicas e procura tratar também as doenças de base dos pacientes.

A palestra do Dr. Daniel Cardoso centrou-se na modalidade em que trabalha, o atletismo, realçando o caráter multidisciplinar da prática médica nesta modalidade, bem como os desafios no dia-a-dia do médico de desporto. Findou a sua apresentação contando a história de vários atletas de alta competição, suas lesões e recuperação.

“[A Medicina Desportiva] é uma área aliciante, a competitividade é muito grande mas existe espaço para toda a gente.”

cardoso

A palestra do Dr. José Luís Ferreira, responsável pelo serviço de Anestesia do Hospital D. Estefânia, teve como tema a Medicina de Emergência. Iniciou a sua apresentação com uma perspetiva histórica da Medicina de Emergência, focando também a evolução das viaturas de emergência médica.

De seguida, voltou-se para os paradigmas deste ramo da prática médica, bem como o seu âmbito e ligação às demais especialidades, ao ensino e à investigação. Explicou ainda os vários métodos de acreditação e credenciação através da European Society for Emergency Medicine, e o desenvolvimento de uma futura especialidade de Medicina de Emergência.

O Dr. José Luís Ferreira focou ainda a formação dos médicos de emergência, enquanto confluência de áreas e competências diversas, bem como o seu ensino no currículo do Mestrado Integrado em Medicina da NOVA Medical School. Em último lugar, apresentou a sua visão para o futuro da Medicina de Emergência.

“É preciso olhar para o futuro com ambição.”

anestesia

A última apresentação do segundo dia das III Jornadas Médicas da NOVA coube ao Dr. Carlos Ferreira, especialista de Cirurgia Geral no Hospital da Luz e médico da Cruz Vermelha. A sua palestra centrou-se na Medicina de Guerra e procurou focar-se na sua experiência pessoal.

O orador explicou de que forma se processa o recrutamento para as missões humanitárias da Cruz Vermelha, bem como os requerimentos teóricos e práticos para a participação. De seguida, apresentou ao auditório a sua perspetiva individual, contando diversas histórias que viveu enquanto “multi-surgeon” da uma Mobile Surgical Team da Cruz Vermelha, em três missões humanitárias: nas cidades de Juba, Waat e Maywut do Sudão do Sul, em Gonga da República Democrática do Congo, bem como Mosul e Qayara do Iraque.

“Sair da nossa zona de conforto e ir para sítios onde somos precisos é muito bom.”

cruzvermelha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here