Parkinson: Haverá um novo paradigma na abordagem desta doença?