Quimioterapia – até que a morte nos separe?